MPCE abre inscrições de estágio remunerado

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) abriu inscrições, nesta terça-feira (25), para seleção de estagiários ao nível de graduação e pós-graduação. As vagas são para cadastro de reserva e os interessados têm até o próximo domingo (30) para se cadastrar no site do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), que organiza o certame. 

Para participar da seleção, os estudantes precisam estar regularmente matriculados em instituições de ensino superior conveniadas com o MPCE ou em universidades/faculdades que manifestaram interesse na celebração de convênio com o órgão até o dia 7 de maio de 2021.

A prova online acontece no dia 7 de junho, das 9h às 11h, para candidatos de cursos de Graduação, exceto Direito. Para estudantes deste curso, a avaliação ocorre no mesmo dia, mas das 14h às 16h.

Já no dia 8 de junho, das 9h às 11h, serão avaliados os candidatos de cursos de Pós-Graduação. As provas objetivas serão compostas por 30 questões, de caráter classificatório e eliminatório.

Bolsas até R$ 2 mil 

A bolsa ofertada é de R$ 937 para estagiários de Graduação e R$ 2 mil para estagiários de Pós-Graduação, a qual será acrescido valor de R$ 158,40 correspondente ao auxílio-transporte.

A carga horária será de 25 horas semanais em nível de Graduação, e de 30 horas semanais para estagiários de Pós-Graduação. Todas as informações podem ser conferidas no edital do certame.

Para candidatos da graduação, as oportunidades são para os cursos de Administração, Administração Pública, Gestão Pública, Gestão de Políticas Públicas, Arquitetura, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Desenvolvimento de Sistemas (para graduandos de Ciências da Computação ou cursos análogos), Direito, História, Infraestrutura de Tecnologia da Informação (para graduandos de Ciências da computação ou cursos análogos), Jornalismo, Psicologia e Serviço Social.

Já em relação a Pós-Graduação, serão ofertadas vagas nas áreas de Administração, Direito, Ciências Contábeis, Pedagogia, Psicologia, Publicidade e Propaganda; Tecnologia (Ciências da Computação ou cursos análogos) e Serviço Social. 

O MPCE esclarece ainda, que 10% das vagas de cada curso serão ofertadas às pessoas com deficiência declarada no momento da inscrição. O órgão também assegura que 30% das vagas que surgirem durante a validade do processo seletivo serão oferecidas às pessoas que se autodeclarem negras ou pardas.

FONTE: Diário do Nordeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X