Taxa de mortalidade por Covid-19

FORTALEZA,CE, BRASIL, 16.02.2021:Ambulancias se aglomeram trazendo pacientes com covid para o hospital Leonardo Da vinci. (Fotos: Fabio Lima/O POVO) (Foto: FABIO LIMA)

Por cerca de três semanas, todas as seis áreas (I, II, III, IV, V e VI) monitoradas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) registraram aumento em sua taxa de mortalidade por Covid-19. Os dados são dos boletins da quinta, sexta e sétima semana epidemiológica de Fortaleza, divulgados pela pasta municipal. Os óbitos são representados de acordo com o bairro de residência do paciente com o coronavírus, ainda contabilizados com a antiga divisão regional de Fortaleza em seis regionais.

taxa de mortalidade é o resultado do número total de óbitos do bairro dividido pela população do bairro e multiplicado por 100 mil habitantes. Na Capital, as antigas regionais I e II mantêm o que a pasta chama de “grandes conglomerados” de óbitos pela doença, junto a outros clusters de alta concentração em bairros das regionais III, IV e V.

 

Antiga Regional VI

O bairro Pedras (748,3) tem o maior índice da taxa de mortalidade na regional e em todos os bairros da Capital. De um total de 1.470 moradores da região, são 185 casos e 11 óbitos registrados até a sétima semana epidemiológica em Fortaleza. Os índices em sequência vem dos bairros Sabiaguaba (431) e Dias Macedo (226,1). As três áreas também ocuparam os maiores índices de mortalidade nos boletins da quinta e da sexta semana epidemiológica.

 

 

FONTE:Taxa de mortalidade por Covid-19 cresce há três semanas em Fortaleza; veja números por bairro | Coronavírus em Fortaleza, Ceará e Mundo – Últimas Notícias no O POVO Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X