NOTA DE TRANSFERENCIA

 
Bom dia, estimados(as) PAROQUIANOS. Em reunião com o nosso Arcebispo, D. José Antonio, no dia 06/12, o mesmo me pediu que eu fosse para uma nova missão: assumir a paróquia de Mondubim. Já fazia parte do nosso acordo, pois o mesmo já tinha me falado que eu passaria um período de duas gestões aqui em nossa paróquia de São Francisco, daí esses dois períodos de 6 anos, logo, já estou com 12 anos (dois períodos de 6 anos) se concluem em janeiro. Estou ciente de que toda mudança é boa e valiosa, porque a nossa missão de padre é de está servindo a Igreja onde ela precisa, assim diz a música de Pe. Zezinho, “Sou cidadão do infinito, e levo a paz no meu caminho”.
 
Agora faço um pedido de coração: acolham bem, assim como me acolheram, aquele(s) que virá, pois sei que a paróquia de Mondubim fará o mesmo comigo. Todo padre que assume uma paróquia, assume-a com boa intenção. Portanto, só tenho o que agradecer por esses 12 anos de contribuição pastoral que procurei dar a essa querida paróquia, ou seja, a minha primeira.
 
Saio agradecendo a todos (Secretárias, Conselho Econômico, Conselho Pastoral, Coordenadores de comunidades, IVC/catequese, Diác. Erinaldo, grupos e movimentos, Terapia comunitária, Grupo de ciclismo Pedaladas da vida e ao nosso querido CEU – Condomínio Espiritual Uirepuru), pelo carinho, compreensão/colaboração, amizade e fraternidade. Desculpem-me por não ter respondido os anseios de todos. E perdão aqueles que eu tenha machucado, talvez com a minha postura radical em alguns momentos de decisão. A missão continua, como sempre eu digo que, nós padres passamos e a paróquia fica com o seu dinamismo e missão. Comunicarei a todos nas missas desse final de semana. Grato a todos e vamos adiante, pois temos muito o que fazer em nossa mãe Igreja/ paróquias. Fraterno abraço… Rezem por mim. JUNTOSATEDEPOISDOFIM.
 
Pe. José Élio Correia de Freitas, sd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X